Instituto José Eduardo Dutra

início       análises       artigos      textos para discussão      site institucional

Os EUA não precisam do petróleo do Oriente Médio?

João Montenegro / Petróleo Hoje      sexta-feira, 10 de janeiro de 2020

Compartilhe esta página com seus amigos

Foto: Divulgação AIE.

 

Petróleo Hoje - O presidente Donald Trump, afirmou, na quarta-feira (8/1), que os Estados Unidos são independentes e não precisam do petróleo do Oriente Médio. A declaração do líder norte-americano é, porém, no mínimo questionável. 

 

De acordo com dados da Energy Information Administration (EIA), os países da região responderam por 11% das importações de petróleo cru dos EUA entre janeiro e outubro de 2019 – o correspondente a 302,450 milhões de barris. 

 

A Arábia Saudita foi o principal fornecedor do Oriente Médio no período, entregando 168,135 milhões de barris, seguida pelo Iraque (102,292 milhões), Kuwait (14,012 milhões), Emirados Árabes (9,643 milhões) e Qatar (6,129 milhões).  

 

Iniciada em 1981, a série histórica da EIA mostra que a região começou a ter participação significativa nas importações de petróleo norte-americanas em 1993, quando representou 21% do total. Em 2018, a parcela registrada foi de 16%. 

 

 

No ano passado, o Canadá respondeu por cerca de metade das importações de petróleo cru dos EUA, fornecendo 1,346 bilhão de barris aos americanos. O México ficou em segundo no ranking (196,3 milhões de barris), à frente da Arábia Saudita.

 

Talvez os Estados Unidos sejam capazes de ampliar as importações de outros países nos próximos anos, reduzindo sua dependência do Oriente Médio. Mas, ao menos por ora, a região segue como fonte relevante de petróleo para os americanos. 

 

Cabe lembrar que a presença dos EUA na região visa não só garantir petróleo para si, como para seus aliados, além de evitar que potências inimigas dominem as enormes reservas locais. Saiba mais aqui

Comentários


O que você procura?


Últimas Postagens



Nota editorial

Os textos publicados neste blog são de responsabilidade dos seus autores e não refletem necessariamente a linha programática e as opiniões do Ineep. A função do blog é divulgar os principais fatos e notícias do setor petróleo e, quando oportuno, analisar assuntos relevantes. São essas análises, elaboradas pelo Ineep, que apresentam a opinião do Instituto sobre os mais diferentes assuntos debatidos na conjuntura setorial.