Blog do Ineep

início           site institucional

Políticas de preços da Petrobras será debatida na CDR na quarta

Senado Notícias      terça-feira, 25 de junho de 2019

Compartilhe esta página com seus amigos

Foto: Edilson Rodrigues / Agência Senado.

 

Senado Notícias - A política de preços dos combustíveis adotada pela Petrobras, suas consequências na atração de investimentos em refino e infraestrutura logística e impacto para os consumidores será tema de debate na Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo (CDR) nesta quarta-feira (26/6). A audiência pública foi requerida pelo senador Izalci Lucas (PSDB-DF).

 

Izalci lembra que para atrair investimentos e criar competição no refino e logística — e alinhado com os compromissos de campanha do atual governo —, é necessário que a Petrobras pratique os preços de seus produtos considerando a paridade internacional.

 

“A política de preços da Petrobras para seus produtos, em especial para o óleo diesel, causa diversos impactos, não apenas sobre os resultados da empresa, mas principalmente na vida diária na nação. Considerando que a volatilidade dos preços pode gerar insatisfação para os consumidores, em particular para os caminhoneiros, devem ser avaliadas alternativas que possam garantir a preservação de tal política de preços, mas dando aos consumidores previsibilidade e condições competitivas para o exercício de suas atividades”, destaca o senador.

 

Para a audiência pública foram convidados Felipe Campos Cauby Coutinho, presidente da Associação dos Engenheiros da Petrobras (Aepet); José da Fonseca Lopes, presidente da Associação Brasileira dos Caminhoneiros (Abcam); e José Maria Rangel, coordenador Geral da Frente Única dos Petroleiros (FUP). Também devem participar do debate representantes da Petrobras; da Associação Brasileira dos Importadores de Combustíveis (Abicom); da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP); do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade); do Movimento Combustível Legal, e dos ministérios da Economia e de Minas e Energia.

 

A audiência pública está marcada para as 9h, na sala 13 da Ala Senador Alexandre Costa.

Comentários


O que você procura?


Últimas Postagens